02 de maio de 2016

Sobre o dia das Mães

Happy Mother And Joyful Son Sunset Silhouette

O dia das mães surgiu nos Estados Unidos, quando uma mulher resolveu homenagear sua mãe, que lutava para melhorar a qualidade de vida de todos em sua comunidade. A ideia era usar esse dia para celebrar os desafios enfrentados e os sacrifícios que as mães de todo o mundo fazem para criar seus filhos. Como tudo, acabou virando um feriado capitalista, em que pensamos mais no presente do que no significado da data. Eu mesma estou me preparando para passar o meu primeiro dia das mães e me vi colocando a maior pressão no meu marido para que eu ganhe um bom presente. Que bobagem, não é?

Até porque, com um bebê de 6 meses, o que eu quero mesmo é poder dormir até um pouco mais tarde, tomar banho com calma e comer sem pressa, sentindo o sabor da comida. Quero uma carta do meu marido elogiando cada coisa que faço pela nossa família e ainda alguns “você está linda e maravilhosa” no meio. Tudo isso para que ele diga que sim, eu sou uma boa mãe, que erro, mas que estou fazendo um ótimo trabalho. Eu sei de tudo isso, mas às vezes bate aquela angústia e é bom ter alguém para nos incentivar.

Se eu estou assim, imagine a minha mãe, que já criou 3 filhos, agora ajuda com a neta e continua cuidando de nós. Ela precisa saber que fez um trabalho maravilhoso em nos criar. Que todo sacrifício valeu a pena.

Por isso eu resolvi criar a campanha (totalmente pessoal): Dê homenagens e não presentes. Um café na cama, um almoço caprichado em que a mãe não precise arrumar a casa depois, uma carta sincera. Se Você precisa de inspiração, aqui (http://bit.ly/1SJ4qth) você encontra várias sugestões.

Precisamos ser valorizadas e um presente material pode, sim, ajudar, mas não é tudo. Às vezes deixar o filho com alguém e sair para jantar, ter uma pessoa com quem conversar sobre o que estamos passando, vale mais.

Mande esse texto para o seu marido ou parceiro, explique o que você mais precisa no momento e peça de dia das mães. Tempo? Paciência? Silêncio? Tudo isso e mais um pouco? Vai que você ganha!

Vamos nos celebrar! Feliz dia das mães!

Esse post foi uma colaboração de Vera Mesquita
nenhum comentário
Postado por: Autor Convidado
tags: .
01 de maio de 2016

Como decorar um quarto unissex de bebê

A decoração do quarto do seu bebê precisa ser funcional e confortável, além de bonita, claro. Se você está esperando gêmeos de sexos diferentes ou preferiu não saber o sexo do seu bebê, confira algumas dicas de como decorar o quarto com estilo unissex.

VK3MBhp

A importância das cores

O principal ponto na hora de pensar a decoração unissex para um quarto de bebê é ter atenção com as cores. Como aqui não se sabe o sexo da criança, aquela velha estratégia de azul para menino e rosa para menina não pode ser usada.

Ao invés disso, opte por cores neutras (branco, bege, cinza, marrom) e pastéis. Uma tendência atualmente é usar tons pastéis de amarelo.

22-quartos-de-sonhos-para-casais-criancas-e-bebes-sao-tema-de-mostra-em-spquartos-infantis-de-menina-16

 

Assim você assegura um ambiente calmo, aconchegante e sem pender demais para um sexo ou outro. Claro que aqui a combinação também é válida; você pode ter um quarto branco com amarelo clarinho; ou ainda bege e cinza; ou até branco e um tom ameno de verde.

tonsverde

O importante é não carregar demais nas cores – o que pode até causar agitação em excesso no bebê – e pensar bem na escolha da paleta de cores, pois ela vai valer também para mobília e outros elementos de decoração. Na dúvida sobre qual cor (ou cores) escolher? Uma alternativa pode ser optar por uma decoração temática!

Decoração temática

Escolher uma decoração temática ajuda a facilitar o processo de escolha de cores – afinal, você já tem um “padrão” que busca alcançar -, mas é preciso ter cuidado também para não acabar optando por algo muito feminino ou muito masculino. Prefira temas mais genéricos, como safári, fundo do mar, ursinhos, palhaços, anjinhos, formas geométrica, natureza – e vale também decorar o espaço com porta-retratos e espelhos.

 

colorido natureza verde

Um elemento que ajuda muito na composição dessa decoração temática são os adesivos e papéis de parede. Os adesivos são uma maneira prática e rápida de inserir elementos do tema escolhido no ambiente e ainda trazem a facilidade de serem retirados tão facilmente quanto são colocados.

marrom

 

Os papéis de parede, por sua vez, são um pouco mais trabalhosos tanto para serem instalados quanto retirados e trocados, mas em contrapartida são mais completos. Ao contrário dos adesivos, que são individuais, o papel de parede pode ser aplicado em uma parede inteira de uma só vez, deixando toda aquela área com o tema escolhido.

papelparede1papelparede2

Estilo de decoração

Além de todas essas opções para compor o design do cantinho do seu bebê, você também pode optar por focar em um estilo de decoração específico – ou adaptar os elementos anteriores para algum estilo. De forma geral, as linhas de decoração que mais se enquadram com o perfil desejado quando se pensa como decorar o quarto de bebê são:

 Provençal – Esse estilo é marcado pelo uso de tons pastéis como lavanda e branco, e tem como característica os móveis detalhados de madeira e estampas de flores e com linhas nas paredes e no enxoval. Por esse visual mais clean, cai muito bem em um quarto unissex.

provençal

 

 Clássico – Para aplicar esse visual, opte por mobiliários de madeira maciça aparente com acabamento em tons amarelo e marrom, uma iluminação mais intimista e papel de parede mais sóbrio em tons neutros.

classico

Escolha da mobília

Seguindo as orientações acima fica mais fácil de escolher o estilo e as cores da mobília do quarto do seu nenê, que deve combinar com a decoração das paredes do quarto, se ajustando ao tema ou à paleta de cores. Além disso, é importante escolher modelos com um design e visual mais atemporal e neutro.

Funcionalidade e beleza devem andar juntas

Em um quarto de bebê a praticidade e a funcionalidade do ambiente são fundamentais! Pense no espaço para que ele fique o menos “atravancado” possível e para que todos os móveis possam ser usados facilmente.

Por exemplo, ajuste o posicionamento da mobília para que a mamãe possa pegar o bebê no berço e se sentar na poltrona de amamentar com facilidade. Para saber o que não pode faltar no quarto do seu filhote, confira esse post com a mobília essencial para um quarto de bebê.

Esse post foi uma colaboração do Guilherme Not da Tibério Construtora de São Paulo.

nenhum comentário
Postado por: Nique
tags: .
29 de abril de 2016

Jogos educativos que vão estimular o cérebro do seu filho

O desenvolvimento da criança acontece até quando ela aprende, mas é necessário ter a supervisão de um adulto

Aprender brincando. É assim que as crianças deveriam ser estimuladas no período que passam fora da sala de aula. Desafiar o cérebro dos pequenos com jogos e brincadeiras pode aprimorar as funções cognitivas, como a memória, a linguagem e o raciocínio lógico, habilidades que serão usadas pelo resto da vida, além de trabalhar a magia da imaginação, capacidade que as crianças possuem como ninguém.

No computador, no tablet ou no celular, seus filhos têm acesso a um mundo de diversão e conhecimento, e eles se adaptam à tecnologia muito melhor que nós adultos. Por isso, oferecer esse tipo de diversão para elas garante entretenimento, mas sem deixar de lado a brincadeira, que é essencial para o universo infantil.

Antes de ir ligando o computador e deixando a criança sozinha na frente da tela, fique atento a algumas dicas para que os pequenos sejam capazes de aproveitar melhor esse estímulo e quais jogos sugerir para eles.

crianca-aprendendo-no-computador

COMO FAZER DOS JOGOS UM HÁBITO SAUDÁVEL

Primeiramente, é necessário compreender que existem diferentes jogos com objetivos distintos para cada etapa da vida infantil. Por isso, você pode sugerir algumas opções baseadas na descrição do jogo e nas preferências do seu filho, que tem muito mais chances de gostar e aproveitar o potencial do game.  Entretanto, nada de usar esta forma de distração como método de aquietar a criança, já que não é recomendável que ela passe muito tempo com este tipo de atividade. É necessário oferecer também outros estímulos, como brincadeiras ao ar livre, e deixá-la ciente de suas próprias responsabilidades, como arrumar a cama e fazer a lição de casa. Crianças que passam muito tempo jogando podem apresentar sintomas de vício, e sofrer com consequências graves, por isso, monitore o seu filho!

Outras tarefas essenciais para que os adultos proporcionem momentos de diversão e aprendizado para os pequenos são:

*Deixe os bebês longe das telas

Até existem jogos específicos para bebezinhos, mas o que não é aconselhável é o contato dos olhos ainda frágeis com telas luminosas. Os bebês podem se divertir com brinquedos especiais para sua faixa de idade, como chocalhos, mesas de atividades e livros ilustrados.

*Apenas 2 horas por dia

Acima de dois anos, as crianças não devem passar muito tempo em frente às telas. 2 horas por dia são o suficiente, incluindo o tempo gasto com TV, videogame, celular, tablet e computador. É essencial para o desenvolvimento do seu filho receber estímulos externos, como brincadeiras que movimentam o corpo e interação com os amiguinhos, ao invés de passar horas imóvel dentro de casa.

*Fique por perto

Na hora de deixar seu filho com um dispositivo que acessa a Internet, fique por perto e controle o conteúdo exibido, pois as crianças podem chegar a sites e aplicativos impróprios para a faixa etária. Alguns aparelhos têm a opção de configurar um modo especial para crianças, que faz o bloqueio de conteúdo, ligações e outros recursos que não serão usados por elas.

*Brinque junto

Mesmo em um jogo virtual, é possível que o adulto participe. Ele pode ficar ao lado dos pequenos dando dicas, revezando as jogadas, comemorando as vitórias e ensinando que a derrota também acontece. Só não vale tomar a vez da criança!

OS JOGOS APROPRIADOS

Nem todo game tem o gosto da criança. É essencial ficar de olho no que cada criança gosta e na necessidade de cada uma, sem esquecer da idade, vai render uma experiência ainda mais alegre para seu filho.

minecraft

*Minecraft

Neste jogo, as crianças podem verdadeiramente soltar a imaginação para construir mundos formados de pequenos blocos virtuais. Com diversas versões disponíveis, dá para criar casas, monumentos, naves espaciais e até mesmo preparar uma receita de bolo dentro do game. Além disso, é colaborativo e estimula o trabalho em equipe, a tomada de decisões e o planejamento de ações.

*Candy Crush

Com os sem doces, jogos como o Candy Crush, que precisam de organização de diferentes elementos, agilizam o raciocínio da criança, pois quanto mais rápido, mais recursos especiais vão surgindo e mais pontos se ganham.

*Jogos de matemática

As crianças que já estão em fase escolar e que já conhecem os números podem praticar as operações matemáticas com jogos lúdicos que ensinam a somas, subtrair, multiplicar e dividir. O passatempo acaba sendo também um reforço escolar e pode ajudar as crianças que têm dificuldades no conteúdo dentro da sala de aula. A vantagem dessas brincadeiras é que podem ser encontradas em forma de jogos online, que facilitam bastante a vida do pai e do filho.

criancas-pintando-e-colorindo

*Pintar e colorir

A descoberta das cores, a percepção das formas geométricas e a identificação de personagens podem ser as lições aprendidas em simples jogos de pintar os desenhos que aparecem nas telas, principalmente para os mais novos. Nem sempre a criança vai ser fiel às cores do mundo real, mas a liberdade é uma ótima forma de exercitar a criatividade.

*Caça-palavras

A busca por palavras escondidas entre diversas letras podem ajudar os pequenos a se familiarizarem com o alfabeto. Entre os 5 e os 7 anos, quando a criança ainda está aprendendo as primeiras palavras, ele poderá identificar no jogo aquelas que já conhece e aprender algumas novas, já que, cientificamente, o caça-palavras atua na memória de curto prazo.

Este é um guest post enviado por Lavinia Sousa

nenhum comentário
Postado por: Autor Convidado
tags: .
28 de abril de 2016

Vestido + Finaflor e cabelo novo #lookatme

E aí? Como vão? Eu a cada dia melhor graças a Deus, a vida é bela e tem que fazer valer a pena cada minutos não é mesmo? Mais vamos ao post de hoje mostro aqui além do look da vez, que faz tempo que não posto né? Vim mostrar meu cabelinho novo, com novo corte e nova cor. A cor é a 744 da mix color, tive que descolorir totalmente pois meu cabelo é daqueles que não pega qualquer coisa, mas amei o resultado. Estou feliz da vida com meu novo visual, mudar é preciso minha gente. Só tenho a agradecer a querida Tayane, do Salão Tayane Moraes (vai lá gente, é mara) e o meu querido cabelereiro que virou oficial rsrs Berckley por ter feito essa mágica acontecer, demorei pra mudar, mas mudei com vontade não é? Sei que vai me dar mais trabalho, mas nada melhor do que fazer o que a gente tem vontade né? As ruivas de plantão me ajudem por favor com produtinhos pra manter o ruivo, sei que vou precisar.

lookfinaflor17

O look da vez é um repeteco, pois já mostrei esse vestido e essa camisa de manga aqui algumas vezes, sou dessas que aproveita tudo que tem, se já fazia isso antes agora então nessa crise danada tem que sair usando o que tem e aproveito pra mostrar essa sapatilha que a Loja Fina Flor enviou pra mim, a nova parceira do blog, ela é bem confortável, material de camurça com pedrinhas na frente bem fofas, a cor nude dá pra usar e abusar em diversos looks de passeio não acham?

lookfinaflor13 lookfinaflor11 lookfinaflor6 lookfinaflor14 lookfinaflor15 lookfinaflor10 lookfinaflor1 lookfinaflor4 lookfinaflor5 lookfinaflor9 lookfinaflor16 lookfinaflor3 lookfinaflor2 lookfinaflor8

Vestido: Hering | Camisa: C&A | Bijus: Acervo pessoal  | Relógio: Champion  | Óculos: Rayban | Sapatilha: Fina Flor Sapatilhas Búzios

E então, look aprovado? Simples, mas super confortável, consegui resistir e não usei saltão rsrs

Ah! Tem sorteio de uma sapatilha Fina flor e pra participar é super fácil, veja mais informações na fanpage da loja, aqui.

6 comentários
Postado por: Nique
tags: .
25 de abril de 2016

Tapioca, o alimento coringa para uma dieta saudável

tapioca

Proveniente da fécula de mandioca, a tapioca se tornou um verdadeiro coringa na dieta daqueles que desejam manter uma alimentação saudável. Por não conter glúten, sódio e gorduras,  vem ganhando cada vez mais espaço no cardápio dos brasileiros, que normalmente optam pelo alimento em substituição ao pãozinho.

Segundo a nutricionista Flavia Salvitti, do hospital San Paolo, esse é o principal motivo de tantos adeptos, mas existem outros. “A tapioca é um alimento que permite ser enriquecido com vários ingredientes doces e salgados, além de ir bem a qualquer hora do dia”, explica.

Ao contrário do que muitas pessoas dizem, comer tapioca não emagrece, mas, se o recheio for saudável, promove um equilíbrio na dieta e impede que se ganhe peso. “Os recheios mais indicados nesse caso são frutas, queijo branco, peito de peru, brócolis, cenoura e beterraba ralada”, ensina Flavia. Ela acrescenta que o único composto nutricional da iguaria é o carboidrato e indica que o ideal é fazer uma combinação com proteína, lipídeos, vitaminas e sais minerais.

Apesar de ter vários benefícios, a tapioca deve ser consumida apenas em uma porção diária. De acordo com a especialista, é preciso ter consciência de que o alimento não deve substituir as refeições, mas sim participar delas.

Omelete de tapioca com queijo branco tostado

Ingredientes:
03 colheres de sopa de massa de tapioca
01 ovo
Orégano a gosto
02 fatias de queijo branco
01 folha de alface crespa verde
01 folha de alface crespa roxa
03 tomates cereja
Tiras de beterraba
Fatias de cenoura
½ limão siciliano
Sal a gosto
01 colher de chá de azeite

Modo de preparo:
Misture muito bem o ovo, o azeite, a farinha de tapioca, o sal e o orégano
Aqueça uma frigideira antiaderente
Doure muito bem as fatias de queijo branco, dos dois lados e reserve
Coloque uma concha da mistura de ovos com tapioca na frigideira
Depois de dourada, vire e coloque as fatias de queijo branco
Dobre e sirva com a salada e um molho feito com o suco do limão siciliano, o azeite o sal
Valor energético: 292 Kcal
Receita cedida pela Casa Maní

*Release enviado pela assessoria
11 comentários
Postado por: Nique
tags: .
páginas
12345... 338» próxima